Blog

Segunda edição do Congresso Online: alcançamos nossos objetivos.

Da Redação, por Beatriz Bastos.

 

Durante os dias 3, 4 e 5 de outubro, aconteceu a segunda edição do Congresso Online A Criança e o Adolescente: Cuidados, Proteção e Direitos, promovido pelo Projeto Calçada. Foram 11 palestras abordando diferentes áreas abrangidas pelo tema, contemplando diversos desafios e realidades. Os participantes puderam aprender e se inspirar com as falas trazidas pelos palestrantes, profissionais de várias partes do Brasil que compartilharam seus conhecimentos.

 

“Estamos cientes do enorme desafio que é trabalhar pelo desenvolvimento integral de crianças no Brasil, sobretudo das crianças que nasceram em situação de desvantagem social e econômica. No entanto, deixo esta palavra aos que estão engajados nesta nobre Missão: ‘Não cansem de fazer o bem, se não desistirmos, no tempo certo colheremos’ (Gl 6.9)”, comentou Bebeto Araújo, um dos palestrantes, ao final do Congresso.

 

Muitos dos participantes, que puderam ver as palestras e conversar em tempo real, comentaram sobre suas realidades nos projetos e igrejas e sobre como o conteúdo foi relevante. “As crianças que recebemos na nossa base missionária são extremamente carentes, quando desejamos levá-las à igreja, a família põe muitos obstáculos, mas no decorrer dos dias as vemos em lugares distantes, brincando ou sozinhas, às vezes tarde da noite”, compartilhou um dos inscritos. “Fui indicada a fazer este curso por uma amiga. Na semana seguinte, soube de um caso de alienação parental na família, foi impactante. Corri e me inscrevi, estou vendo um novo horizonte em todos os aspectos de auxílio e prevenção”, completou.

 

A alienação parental foi o tema de uma das palestras do Congresso, ministrada por Leolina Cunha. Além dessa, tivemos falas sobre violência sexual, com Remy Damasceno; pedagogia e criação de filhos, com Ana Laura Chácara; crescimento integral da criança e adolescente, com Bebeto Araújo; o papel do conselheiro tutelar, com Marcelo Nascimento; desaparecimento de crianças, com Paula Peixoto; morte na infância, com Antônio Carlos Costa; construção da autoimagem, com Clenir Xavier; como tornar os lugares seguros de abusos e violência, com Andrea Espírito Santo; como lidar com a violência doméstica, com Priscila Diacov; e um testemunho de vida, com Fábio Xavier, que morou na rua dos 6 aos 10 anos de idade e teve a vida transformada através de um projeto social desenvolvido por uma igreja.

 

“Conseguimos alcançar nossos objetivos de fortalecer os militantes da infância, e contribuir com conteúdo de qualidade e relevância para aprimorarem sua prática”, disse Clenir Xavier, diretora internacional do Projeto Calçada.

 

Algo interessante sobre a edição deste ano foi a participação de pessoas em diferentes países além do Brasil: Argentina, Espanha, Paraguai e Guatemala. Uma participante da Argentina comentou, “Está iluminando bastante para onde podemos apontar nosso trabalho aqui, aproveitando a característica da igreja daqui de se preocupar com o mais desvalorizado e as margens da sociedade. Aqui também estamos conectados e aprendendo muito. Parabéns a equipe do Projeto Calçada”.

 

“A gente sabe o quanto nossas crianças e adolescentes sofrem e morrem no Brasil, mas ouvir de pessoas que vivem isso todo dia e que sabem como podemos fazer melhor, pra mim, foi muito encorajador neste Congresso. Chorar, comentar, rir e aprender junto com pessoas incríveis online, fez deste Congresso uma experiência marcante pra mim, e inesquecível!”, comentou Clenir.

 

Se você não participou, estamos trabalhando para que as palestras sejam disponíveis. Enquanto isso, conheça o pacote com todo o conteúdo do Congresso Online 2018, clique aqui para mais informações.