Blog

Não tenha medo, a tempestade vai passar.

“E ele, despertando, repreendeu o vento e disse ao mar: Acalma-te, emudece! O vento se aquietou, e fez-se grande bonança.” Marcos 4.39

Nesses dias, com a ameaça do coronavírus causando tanto medo e incertezas aos corações das pessoas de todo o mundo, me lembrei de uma das histórias que temos na Bolsa Verde: Jesus acalma a tempestade (Mc.4:35-41). Essa história já ajudou muitas crianças e adolescentes e pode nos ajudar hoje. Observando alguns fatos importantes do texto, podemos tirar aprendizados que poderão nos auxiliar diante da tempestade que estamos vivendo, que pode, entre outras coisas, fazer com que o medo domine a nossa vida.

 

1.Esteja em um lugar seguro. Fique em casa!
Quando Jesus convida seus amigos a irem de barco para a outra margem do mar, uma forte tempestade vem sobre eles. Sem dúvida, esse foi um momento de grande insegura e medo, mas o barco era o lugar mais seguro para os discípulos ficarem. Ainda que frágil, eles permaneceram no barco.

 

Também hoje, diante de toda a ameaça que vivemos da transmissão do coronavírus, a nossa casa, seja ela grande ou pequena, com boa estrutura ou necessidades, é o melhor lugar para nos protegermos diante do perigo de contaminação externa. Por isso, fique em casa. Procure um lugar seguro e fique ali pelo tempo que precisar. Não pule do barco.

 

2.Siga os procedimentos de proteção.
Todo transporte tem procedimentos de segurança, com instruções claras como agir em meio às tempestades. Os discípulos certamente já sabiam o que fazer pela experiência que tinham no mar.

 

Para sobreviver ao coronavírus, siga as orientação dos especialistas. Tenha cuidado com sua higiene pessoal e de sua casa, bem como das pessoas que moram com você. Não se apavore, trocando os pés pelas mãos, mas ouça e leia as instruções de como agir diante da tempestade que você e sua família estão vivendo.

 

3.Lembre-se de Jesus. (v.38)
Parecia que a tempestade iria destruir tudo, que não tinham mais o que fazer para escapar com vida daquela situação, embora fossem pescadores experientes.

 

Talvez você e as pessoas a sua volta estejam se sentindo assim, pensando que os esforços empregados não serão suficientes. Mas não se apavore! Não deixe o medo ficar maior que a tempestade. Lembre-se de Jesus! Às vezes, na correria, tendo que cuidar de tantas coisas no dia a dia, acabamos por não manter um contato mais próximo com Ele.

 

Lembre-se de Jesus, assim como os discípulos lembraram que Ele estava no barco.
Jesus não deixou você, Ele está perto, no mesmo barco, acessível a sua voz e a sua súplica. Ele continua sendo Deus e se importando com você.

 

4.Clame a Ele por socorro! (v.38)
Os discípulos sabiam da gravidade da tempestade, mas também sabiam que Jesus estava no barco, então, clamaram ao Senhor! Clamaram em alta voz e colocaram para Jesus o medo que havia em seus corações. Pediram socorro. A prioridade não era salvar o barco, mas suas vidas!

 

Agora isso também é o que mais importa. Clame pela preservação de sua vida e de sua família, mesmo que tenha que abrir mão de algo importante. Coloque para Ele seus medos e fragilidades.

 

Jesus se levantou e acalmou o vento e o mar, acalmou seus corações e eles chegaram do outro lado. Clame e confie. Jesus acalmará a tempestade, tirará o medo do seu coração e fará você chegar em segurança em terra firme.

 

Luciana Falcão
Coordenadora do Projeto Calçada no Brasil